Gastos globais com TI devem crescer 6,2% em 2018, afirma Gartner

 

Os gastos globais com Tecnologia da Informação (TI) devem chegar a US$ 3,7 trilhões em 2018, aumento de 6,2% em relação ao ano anterior. A previsão é de novo relatório divulgado pelo Gartner.

Os gastos com software corporativo devem apresentar o maior crescimento em 2018, com um aumento de 11,1%. A expectativa é de que a indústria de software continue capitalizando na evolução dos negócios digitais. Espera-se que os gastos com software de aplicativos continuem crescendo até 2019, e os softwares de infraestrutura também continuarão a crescer, reforçados por iniciativas de modernização.

Mesmo com um forte final para 2017, os investimentos com sistemas de data center devem crescer 3,7% em 2018, abaixo do avanço de 6,3% em 2017. As perspectivas no longo prazo continuam a apresentar desafios, particularmente para o segmento de armazenamento. A força no final de 2017 foi impulsionada principalmente pela falta de componentes para componentes de memória, e os preços aumentaram a um ritmo maior do que o esperado anteriormente.

Já os gastos para dispositivos – PCs, tablets e telefones celulares – devem crescer em 2018, atingindo US$ 706 bilhões, aumento de 6,6% em relação a 2017. “O mercado de dispositivos continua a ver dinâmicas duplas. Alguns usuários estão se abstendo de comprar e aqueles que estão comprando estão fazendo isso, em média, a preços mais altos “, explica John-David Lovelock, VP de Pesquisas do Gartner. “Como resultado, os gastos do usuário final aumentarão mais rapidamente do que as unidades até 2022. No entanto, os gastos totais do usuário final e as remessas unitárias deverão ser menores em comparação com as previsões anteriores, como demanda por dispositivos premium ultramobile, dispositivos utilitários ultramóveis e telefones básicos. Espera-se que seja lento”, completa.

Confira a previsão de gastos para o ano, em cada categoria:

 

Fonte: Computer World